noticias

01|04|2022

Pontos importantes apresentados na Assembleia da AAPE

A Diretoria eleita em 01/04/2021, cumpriu o dever de apresentar em Assembléia Geral Ordinária, a Prestação de Contas do Exercício 2021, que gerou muito trabalho, recompensado ao final, através da alegria do reconhecimento.

Não poderia ser diferente. Afinal a grandiosidade da Associação, que tem 34 anos de existência, em torno de 1500 associados, administra bens que alcançam o valor aproximado de R$ 2 milhões, e arrecada valores da ordem de R$ 500 mil/ano, justifica.

O Balanço estará disponível no site da AAPE, assim como o Relatório do Conselho Fiscal, que recomendou a aprovação da Prestação de Contas, e fez expressivos comentários.

Do Relatório da Diretoria Executiva, não menos importante que a Prestação de Contas, deve-se registrar, o diagnóstico e as soluções concretizadas nos 9 meses de efetiva Gestão em 2021.

Desde a modernização das ferramentas de trabalho, incentivada pelo Conselho Consultivo, e adequadas à intensa rotina dos trabalhos internos, promovida para aprimoramento das comunicações com os Associados. Até temas mais complexos, e vitais para assegurar a própria sobrevivência da AAPE. Como tem sido as iniciativas para solucionar questões, como o Equacionamento dos Déficits, e a adequação dos recursos para cumprimento da LGPD – Lei Geral de Proteção de Dados. Juntamente com as atividades permanentes de ampliação de Quadro Social e negociação de Convênios, e a indispensável integração de Associados, distribuídos em 155 municípios brasileiros, com o fortalecimento dos Núcleos Regionais.

Nos próximos meses, depois de ter garantido em 2021, a segurança da “fera na jaula”, e o restabelecimento das atividades sociais, a DE estará empenhada, em agendar Reuniões inéditas com a PREVIC e o CNPC, em Brasília. Os assuntos a serem tratados, se relacionam as causas do Déficit acumulado, em mais de 10% sobre o benefício total dos sócios Assistidos, as notícias referentes a Privatização da ELETROBRAS e estudos em curso, para troca de planos e desistência de Patrocinadores. São de fato, necessidades inéditas nas funções da AAPE, que devem ser encaradas com responsabilidade e urgência, devido as preocupações que despertam.

Muitas perdas aos Aposentados, são imputadas por falta de orientação. O exemplo recente em Tubarão SC, de contas bancárias bloqueadas, e o desprendimento da Fundação ELOS, em sequer avaliar a situação dos aposentados, incluídos e abandonados no singular Plano BD-Engie, qto mais em agir solidariamente, destoam e apavoram.

Nesse contexto, faltam a AAPE recursos humanos gabaritados para atender as excessivas demandas, de forma a viabilizar equilibradamente, a carga de trabalho com as expectativas dos Associados, que pagam religiosamente as suas mensalidades.

O uso de consultores para atividades específicas é útil mas não é solução permanente, e a convocação de Aposentados, que se disponham ao trabalho voluntário, de analisar temas relacionados a Previdência Complementar, e diretrizes legais que possam alterar benefícios, como a “Reforma Para Toda a Vida”, passa a ser agora requerida.

São aguardadas sugestões e colaborações de forma que a categoria inteira de Aposentados da ELETROSUL seja beneficiada. Esta prestação de serviços, será exercida na mesma modalidade adotada para a Diretoria Executiva, Conselho Fiscal e Conselho Consultivo, e representantes dos Núcleos, sem remuneração, porém com as despesas majoritárias cobertas pela AAPE.


ENVIE SEU COMENTÁRIO

* Campos de preenchimento obrigatório (SEU EMAIL NÃO SERÁ DIVULGADO)